Panorama atual da geração distribuída no Brasil e o papel da energia solar fotovoltaica no setor

Fabiano Perin Gasparin, Alexandre José Bühler

Resumen


Desde o ano de 2012 o Brasil possui uma resolução normativa que permite o acesso a mini e microgeração distribuída. Essa resolução, que foi modificada em 2015 e, posteriormente em 2017 foi o marco regulatório para a geração distribuída no Brasil. Devido principalmente ao aumento na tarifa da energia, mas também a diminuição no  custo da instalação de sistemas de geração distribuída, em especial os fotovoltaicos, o número de instalações saltou de apenas 2 no ano de 2012 para mais de 33.000 até o mês de julho de 2018. Este artigo faz revisão detalhada do panorama atual da geração distribuída no Brasil, apresentando dados referentes às fontes de energía presentes, número e potências de sistemas entre outras informações pertinentes aos pesquisadores da área de energias renováveis.


Texto completo:

PDF

Enlaces de Referencia

  • Por el momento, no existen enlaces de referencia


ISSN electrónico: 2796-8111

ISSN impreso: 2314-1433